escuro

Pesquisa avalia confiança do consumidor na IA conversacional

Qual o nível de conforto das pessoas com o uso de ferramentas como o Google Duplex e a tecnologia de inteligência artificial conversacional? A resposta está em uma pesquisa da Clutch e a Ciklum, desenvolvedora de soluções digitais, com 501 pessoas nos Estados Unidos. De uma forma geral, o resultado traz uma boa dose de desconfiança.

Para 73% dos entrevistados, é improvável que confiem em um assistente de voz com tecnologia inteligência artificial para fazer chamadas simples. A pesquisa revela ainda que 81% das pessoas acreditam que os assistentes de voz precisam declarar que são robôs antes de continuar com a ligação.

Segundo a pesquisa, 61% das pessoas entrevistadas apontaram que se sentiriam desconfortáveis ​​se acreditassem que estavam falando com um ser humano e mais tarde descobrissem que haviam falado com a IA. Isso pode revelar preocupação com possíveis riscos à segurança, na avaliação dos especialistas.

Para 70% dos consultados pela pesquisa, é improvável que confiem na inteligência artificial para responder corretamente a e-mails simples, como agendamento de reuniões.

Os especialistas avaliam que os consumidores desconfiam da inteligência artificial para tarefas complexas que oferecem pouca capacidade de monitoramento. No entanto, na avaliação deles, cada vez mais adotam a tecnologia de voz da IA ​​à medida que ela se torna mais comum.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share