escuro

Empresas admitem despreparo para adequação à LGPD

Pesquisa da Serasa Experian revela que 85% das companhias não se sentem prontas para as novas normas

A Lei de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) entrará em vigor no Brasil em 2020, mas 85% das empresas brasileiras afirmam que ainda não estão preparadas atender às novas determinações. Os números são de uma pesquisa realizada pela Serasa Experian, realizada em março deste 2019 e recém-divulgada.

O levantamento ouviu executivos de 508 companhias de diferentes portes e segmentos em todas as regiões do país. A maioria das empresas respondeu que pretende estar pronta em até um ano.

Dentre companhias que contam com mais de 100 funcionários, 72% pretendem contratar uma pessoa de mercado especializada ou uma consultoria ou assessoria para se adequarem à nova lei.

Ainda de acordo com o estudo, quase 73% das empresas esperam algum impacto ou um impacto muito significativo na atual infraestrutura de TI por conta da chegada da nova regulamentação.

“O resultado da pesquisa evidencia a importância de as companhias intensificarem a preparação para coletar, proteger e utilizar as informações pessoais de acordo com a Lei em prol da continuidade de seus negócios”, afirma a diretora Jurídica da Serasa Experian, Vanessa Butalla.

Sancionada pelo presidente Michel Temer em 14 de agosto de 2018, a LGPD estabelece regras sobre coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais, impondo mais proteção e penalidades para o não cumprimento. Com a Lei, o Brasil entrou para o rol dos 120 países que possuem norma específica para a proteção de dados pessoais.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share