escuro
Pausas na Alexa

Americanos poderão doar para candidatos via Alexa

Doações para campanha à presidência dos EUA pela assistente de voz começarão em outubro

A próxima eleição para a presidência dos Estados Unidos acontecerá daqui a pouco mais de um ano, mas quem quiser realizar doações para os partidos terá um novo canal a partir de outubro: A Alexa.

De acordo com informação publicada no blog da Amazon, será possível utilizar a assistente de voz para apoiar monetariamente os candidatos escolhidos. O novo recurso foi denominado “Alexa Political Contributions”.

A partir desta quinta-feira, 19 de setembro, os candidatos presidenciais dos EUA poderão se inscrever para receber contribuições de campanha via Alexa. As doações serão de 5 a 200 dólares.

Para realizá-las, o usuário precisará dar o comando “Alexa, doar para [nome do candidato]”. Ainda segundo a Amazon, o Alexa Political Contributions é alimentado pelo Amazon Pay, que utiliza as informações de pagamento associadas às contas dos clientes da Amazon para concluir as transações.

Para doar com a Alexa, o usuário também terá que habilitar a compra por voz nas configurações da assistente e selecionar um método de pagamento padrão na sua conta Amazon 1-Click Preferences.

Além disso, para cumprir com os regulamentos de contribuição de campanha dos EUA, é necessário que o doador tenha pelo menos 18 anos de idade e seja cidadão americano ou residente permanente legalmente admitido (ou seja, portador do Green Card).

Quanto aos candidatos, eles precisarão criar uma conta do Amazon Payments Merchants e adicionar informações sobre suas campanhas no site da Amazon Seller Central.

Será necessário também ter um endereço, uma conta bancária, um cartão de crédito associado a um endereço de rua e um número de telefone nos Estados Unidos.

Para que estejam habilitados, os candidatos precisarão também ter um número de telefone nos EUA, além de um site válido com uma política de privacidade e formulários FEC 1 (Declaração de organização) e 2 (Declaração de candidatura).

Será preciso também que os candidatos ofereçam voluntariamente até três variações preferenciais de seu nome ou do nome de seu comitê de campanha, com ortografia fonética para pronúncias comuns.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share