Siga-nos

Empresas preocupadas com viés de dados no uso da IA

Inteligência Artificial

Empresas preocupadas com viés de dados no uso da IA

Pesquisa mostra também que confiança na automação baseada na tecnologia é item crucial para o ganho de escala

A pesquisa IDC Artificial Intelligence Global Adoption Trends and Strategies 2019 apontou que o viés nos dados é a maior barreira para as empresas adotarem a inteligência artificial de forma ampla. De acordo com o estudo, a confiança na automação baseada em IA é um item considerado crucial pelas organizações para a ganharem escala no uso da tecnologia.

As empresas brasileiras consultadas para a pesquisa, apesar de darem os primeiros passos na adoção da tecnologia, mostraram as mesmas preocupações. Para Claudio Pinheiro, cientista de dados sênior da IBM Brasil, todos os setores da economia têm a preocupação em mitigar vieses, mas nem todos têm a maturidade de implementação de IA e uso dos dados.

“Os setores mais avançados nesse aspecto e que mais demonstram essa preocupação por aqui são o bancário e de telecomunicações, onde já vemos casos de uso que começaram há mais tempo”, conta Pinheiro.

Segundo a pesquisa, 18% das empresas possuem modelos de IA em produção, 16% estão em estágio de prova de conceito (POC) e 15% estão experimentando a IA. O estudo mostrou também que, nos últimos 12 meses, a tecnologia ficou mais popular em operações de TI, atendimento e suporte ao cliente, finanças e contabilidade e comércio eletrônico.

A automação inteligente de tarefas e processos foi a aplicação mais utilizada para operações de TI e os assistentes virtuais, os “chatbots”, e mecanismos de recomendações foram as principais utilizações de IA no atendimento e suporte ao cliente. A pesquisa entrevistou 2.473 empresas de diferentes tamanhos em todos os setores do mundo que usam soluções de IA.

A capacidade de explicação da IA é outro item cada vez mais importante entre os líderes de negócios. Segundo pesquisa do IBM Institute for Business Value, 68% deles acreditam que os clientes exigirão mais nos próximos três anos.

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Inteligência Artificial

Topo