Siga-nos

Pesquisa aponta crescimento de aplicativos de mensageria

Chatbot

Pesquisa aponta crescimento de aplicativos de mensageria

Facebook Messenger, com 6%, e o Telegram, com 5%, foram as plataformas que mais cresceram no período de um ano

O Facebook Messenger, com 6%, e o Telegram, com 5%, foram os aplicativos de mensageria que mais cresceram no período de um ano. O WhatsApp registrou alta de 1%. Pela primeira vez na pesquisa, o Instagram está instalado em 72% dos smartphones. A informação é da pesquisa Panorama de Mensageria no Brasil, elaborada pelo Mobile Time e pela Opinion Box.

No período, a evolução do Facebook Messenger passou de 73% para 79%, a do Telegram de 14% para 19% e a do WhatsApp de 97% para 98%. “O panorama demonstra que o brasileiro, ante a média mundial, é um indivíduo hiperativo nas redes sociais e nos aplicativos de mensageria”, comenta Marcelo Ramos, regional manager South Latam da Infobip, patrocinadora da pesquisa. “Isso significa que, embora tenhamos uma preferência clara por um aplicativo, permanecemos abertos a outros canais.”

Segundo o panorama, o WhatsApp é o aplicativo usado com mais frequencia: 92% dos usuários acessam o app todos os dias; vindo depois o Instagram, acessado por 66% dos brasileiros diariamente. Os aplicativos são usados, principalmente, para troca de mensagens de texto, imagens e áudios.

O uso dos aplicativos como meio de pagamento foi um dos itens do panorama. Aí o WhatsApp é visto com grande potencial: 56% dos usuários gostariam de fazer pagamentos e transferências pelo aplicativo.

Os homens (62%) e os mais jovens (entre 16 e 29 anos) manifestaram um maior interesse por esse uso. Destes, 47% querem uma conta bancária dentro do WhatsApp, 30% preferem associar o app a uma conta bancária própria, e 23%, a um cartão de crédito.

O panorama destacou ainda uma baixa rejeição às marcas nas plataformas de mensageria, com destaque para o Facebook Messenger (13%). No Instagram e no Telegram, essa rejeição praticamente não existe. O WhatsApp é reconhecido como canal de contato com os clientes. Para 76% dos usuários, o aplicativo é um canal apropriado para tirar dúvidas com marcas, e 60% para obter suporte.

Nesse cenário, o WhatsApp já ameaça o SMS. Segundo 83% dos entrevistados, o aplicativo é adequado para o envio de avisos relevantes para o consumidor, ante 17% do SMS. O panorama mostra que 51% dos brasileiros nunca ou quase nunca enviam mensagens de texto, e 20% nunca recebem SMS. A pesquisa vê a implementação do RCS como uma alternativa para as operadoras.

A edição deste ano do Panorama de Mensageria no Brasil entrevistou 2.102 pessoas com mais de 16 anos de idade que acessam a internet e possuem celular. As entrevistas foram realizadas por meio online entre 17 e 25 de julho. A margem de erro é de 2,1 pontos porcentuais, e o grau de confiança, 95%.

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Chatbot

Topo