Siga-nos

TIM leva NB-IoT para mais de 3 mil cidades

IoT

TIM leva NB-IoT para mais de 3 mil cidades

Empresa diz que objetivo do investimento é facilitar o desenvolvimento de soluções de Internet das Coisas no país

A TIM superou a marca de três cidades cobertas com o NB-IoT (Narrow Band IoT), plataforma voltada para o ecossistema de desenvolvedores de Internet das Coisas. Leonardo Capdeville, CTIO da empresa, explicou que o objetivo deste investimento é facilitar o desenvolvimento de soluções para IoT no país que vão influenciar cada vez mais a vida das pessoas.

“Somos a única operadora no mercado brasileiro a cobrir a maior parte do território com a plataforma”, destacou Capdeville. A abragência da oferta vai habilitar o desenvolvimento de soluções que não estarão limitadas as grandes cidades, uma vez que uma série de municípios afastados serão beneficiados.

O NB-IoT é um padrão adotado mundialmento, sendo capaz de ampliar em mais de 40% a cobertura tradicional em relação ao uso de smartphones. A plataforma também consome menos bateria, o que é fundamental para aplicações de IoT.

O objetivo da expansão da oferta do serviço é que sejam desenvolvidas aplicações para as mais diversas verticais, por meio de parcerias com empresas públicas e privadas, provendo tecnologia para a viabilização de uma infinidade de casos de uso que até hoje estavam limitados a poucas cidades.

Para cidades inteligentes esta plataforma habilita soluções como sensores em semáforos e estacionamentos, sensores de poluição de cidades, medidores para energia, água e esgotos das cidades.

No campo, o foco é conectar sensores meteorológicos, umidade do solo, monitoramento de pragas e maquinários agrícolas, oferecendo ao produtor rural informações em tempo real, agilizando a tomada de decisão e pavimentando o caminho para a Agricultura 4.0.

“A tecnologia NB-IoT nos habilita a expandir a cobertura 4G pelo maior alcance de sinal para conexão das coisas e ainda aumenta a autonomia de energia dos dispositivos conectados em função do baixíssimo consumo de bateria”, observou Rafael Marquez, diretor de Marketing do Segmento Corporativo.

Segundo ele, para alavancar o ecossistema de desenvolvedores de aplicações e soluções de Internet das Coisas, é o que há de mais moderno.

“Com essa expansão, garantimos escala e mercado para fomentar o ecossistema de desenvolvedores para o IoT. Estamos certos de que iremos ajudar no processo de transformação digital das mais variadas indústrias, contribuindo assim para o aumento de produtividade e competitividade das nossas empresas, com o consequente desenvolvimento econômico do país”, acrescentou.

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de IoT

Topo