Siga-nos

Estudo analisa impactos da IA para economia

Inteligência Artificial

Estudo analisa impactos da IA para economia

Segundo pequisa da Microsoft, tecnologia pode quadruplicar o crescimento da produtividade e aumentar o PIB do Brasil em até 7,1%

O uso de soluções de inteligência artificial pode quadruplicar o crescimento da produtividade e aumentar o PIB do Brasil em até 7,1%, até 2030. A projeção é do estudo “O impacto da IA no mercado de trabalho”, divulgado esta semana pela Microsoft. O trabalho, elaborado pela DuckerFrontier, considerou os segmentos de serviços públicos, prestação de serviços corporativos, comércio varejista, atacadista, hotelaria e alimentação, construção, manufatura, mineração, água e energia, e agricultura e pesca.

Segundo a Microsoft, esta projeção considera um cenário de máximo impacto pelos benefícios da IA. Esse é um aumento superior à projeção de 2,9% de crescimento do PIB feita pelo Banco Mundial e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) no mesmo período.

Para Tim O’Brien, diretor geral de programas de IA da Microsoft, a inteligência artificial tem o potencial de nos ajudar a resolver alguns dos maiores desafios que enfrentamos enquanto sociedade. A oportunidade, acrescentou o executivo, é gigantesca, mas a responsabilidade de desenvolver isso da forma correta é igualmente grande.

“As ciências da computação e social devem caminhar lado a lado no desenvolvimento de tecnologias para evitar inovações com vieses de raça, gênero, entre outros”, afirmou O’Brien, durante a segunda edição do AI + Tour, que a empresa realizou, na segunda-feira, 11 de novembro.

O mercado de trabalho também foi alto da pesquisa. No cenário ideal, as empresas no país fariam um investimento maior na incorporação de IA, permitindo a criação de novos produtos e serviços. Neste contexto, o setor de serviços corporativos será o mais beneficiado, com 26 milhões de empregos novos criados.

Ou seja, serão 103% mais postos de trabalho até 2030 em comparação com as estimativas base feitas pelo Banco Mundial e o FMI, uma vez descontados os efeitos de automação e criação de empregos novos. Assim, os empregos novos aumentariam 258% no setor de serviços corporativos.

Outros setores que teriam ganhos importantes na criação de empregos novos seriam o de manufatura (+73% em criação de novos empregos), o setor de comércio varejista, atacadista, hotelaria e alimentação (+44%), e o da construção (+42%).

“Assim como observamos o impacto que invenções como o telefone, o computador pessoal e a internet causaram na forma como vivemos e trabalhamos atualmente, acreditamos que a IA será uma tecnologia igualmente disruptiva nesse aspecto. Ao mesmo tempo em que representa uma gigantesca oportunidade, sabemos no entanto que a IA também traz desafios, por isso estamos focados em contribuir para a recapacitação dos profissionais, preparando-os para essa nova realidade do mercado de trabalho trazida pela IA”, afirma Tânia Cosentino, presidente da Microsoft Brasil.

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Inteligência Artificial

Topo