Siga-nos

Uso de assistentes de voz nos carros está em alta

Assistentes de Voz

Uso de assistentes de voz nos carros está em alta

Até 2022, 73% dos motoristas esperam ter a solução integrada a seus veículos, segundo pesquisa da Capgemini Research Institute

O uso de assistentes de voz nos carros segue uma tendência de alta. Até 2022, 73% dos motoristas esperam ter a solução integrada a seus veículos, como revela novo relatório divulgado pela Capgemini Research Institute. Hoje, o percentual dos que já usam essa tecnologia embarcada chega a 49%. Apesar da vontade de usar, os entrevistados avaliam que os assistentes ainda precisam evoluir.

Segundo o relatório, o principal uso do assistente de voz embarcado em um veículo é para controlar música e a navegação. A expectativa é que o número de quem usa a solução para essa finalidade salte de 77% para 85% em três anos.

Espera-se que o maior crescimento seja no uso de um assistente de voz para agendar uma consulta de serviço de carro e integrá-lo à tecnologia de voz doméstica, aumentando 24% para 74% e 78%, respectivamente.

A alta porcentagem de motoristas que esperam usar um assistente de voz no futuro mostra, sem dúvida, bastante otimismo sobre possíveis melhorias para os assistentes de voz de automóveis. Quando pesquisados ​​sobre diferentes maneiras de usar seus assistentes de voz no carro, apenas 28% dos consumidores descreveram sua experiência como ótima, em oposição aos 59% que disseram que precisam melhorar.

Segundo a pesquisa, fazer melhorias tem uma correlação direta com o aumento do uso da solução nos carros. Cerca de três quartos dos usuários que têm uma boa experiência com um assistente de voz automotiva contarão a seus familiares e amigos, informou o relatório.

“Os assistentes de voz estão se tornando uma parte essencial de como as pessoas experimentam carros e gerenciam suas vidas com segurança enquanto estão em movimento”, comentou Markus Winkleer, chefe global da Capgemini para o setor automotivo.

Para ele, o relatório demonstra como a indústria automotiva deve usar a voz como um ativo estratégico, tanto para criar engajamento do cliente quanto para aumentar as receitas com serviços conectados ao longo do tempo.

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Assistentes de Voz

Topo