Siga-nos

Google anuncia novas soluções para casa conectada

Google anuncia novas soluções para casa conectada

Casa Conectada

Google anuncia novas soluções para casa conectada

No “Hey Google” Smart Home Summit, empresa mostrou que quer levar seus dispositivos e assistente de voz cada vez mais para dentro das casas

Com o “Hey Google” Smart Home Summit desta quarta-feira, 8 de julho, o Google deu um sinal muito direto para todos: quer levar os seus dispositivos e o Google Assistente cada vez mais para dentro das casas das pessoas. E o caminho da empresa para construir uma casa conectada mais útil é trabalhar muito próxima com os desenvolvedores.

Além das mais recentes iniciativas para o ambiente de casa conectada, no evento o Google falou sobre novas soluções, como os novos controles para casa inteligente no Android 11, previsto para ser lançado no terceiro trimestre.

“Queremos tornar mais conveniente para os usuários gerenciar seus dispositivos domésticos e desenvolver isso em direção à casa útil que permite a automação real”, observou Michele Turner, diretora de Produto e Ecossistema Smart Home do Google Nest.

Uma das novidades anunciadas pela executiva foi o aumento do suporte na área de Smart Home for Entertainment Device (SHED) com o Google Assistente, com a API Smart Home, agora tornada pública para qualquer desenvolvedor de Smart TV, decodificador ou jogo.

Segundo ela, o SHED oferece aos usuários a capacidade de controlar seus dispositivos de entretenimento favoritos a partir de qualquer monitor inteligente, alto-falante inteligente ou dispositivo móvel ativado pelo Google Assistente.

“Com o impacto da Covid-19, todo mundo está gastando mais tempo em casa, comportamento que não mudará devido à conveniência que isso trouxe para as pessoas”, observou Michelle, lembrando que sete em cada 10 pessoas nos Estados Unidos esperam continuar essa tendência.

A executiva contou que, com o lançamente ainda este ano do Android 11, o Google vai introduzir um espaço dedicado aos controles do Smart Home que os usuários podem encontrar rapidamente e acessar a qualquer momento.

“Com o Android 11, queremos oferecer aos usuários uma maneira rápida e fácil de verificar ou ajustar os dispositivos em sua casa. E, à medida que continuamos adicionando novas superfícies para o controle do dispositivo, torna-se mais crítico garantir que tenhamos um estado preciso”, comentou.

Michele contou que nos próximos meses o Google vai apresentar ferramentas para medir a confiabilidade e latência do Smart Home para ajudar a melhorar e depurar os relatórios de estado. Em abril, para alcançar os objetivos, a empresa lançou a execução local com o Local Home SDK.

O Google também anunciou hoje o AppFlip no console do desenvolvedor. A ideia é reduzir o fluxo de vinculação da conta padrão para apenas duas etapas, alternando os usuários do Google Home App para o aplicativo Partner sem precisar fazer login adicional.

Outro destaque ficou por conta de pontos como as ferramentas de monitoramento, registro e análise, cujo objetivo é aumentar a produtividade dos desenvolvedores. Segundo a executiva, elas foram integradas ao Google Cloud Platform para fornecer logs de eventos detalhados e métricas de uso para projetos domésticos inteligentes.

Também é possível encontrar um novo painel do Smart Home Analytics, acessível no console do desenvolvedor e pré-preenchido com gráficos. “Esse painel é desenvolvido com novas métricas de uso e desempenho no Google Cloud Monitoring, permitindo definir alertas e ser notificado se sua integração tiver um problema”, explicou.

A executiva destacou ainda a criação do programa Device Access para fornecer uma maneira de os parceiros se integrarem diretamente aos dispositivos Nest. Segundo ela, para dar suporte ao programa, o Google vai lançar em breve o Device Access Console, um console de autoatendimento que orienta os desenvolvedores comerciais nas diferentes fases do projeto: desenvolvimento, certificação e teste piloto e, finalmente, produção.

Michele também adiantou que no final do ano o Google vai expandir as rotinas do Nest. Hoje, um dos seus recursos mais populares é a capacidade de acionar rotinas automaticamente com base em se os usuários estão em casa ou fora. De acordo com ela, funcionalidades semelhantes estarão disponíveis no Google Assistente por meio da detecção de presença.

“Outra maneira pela qual os parceiros poderão inovar em nossa plataforma e fornecer experiências mais úteis aos usuários é estendendo rotinas pessoais com rotinas personalizadas projetadas por parceiros, disponíveis nos próximos meses”, adiantou.

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Casa Conectada

Topo