Siga-nos

Lu registra média de 8,5 milhões de interações

Chatbot

Lu registra média de 8,5 milhões de interações

Assistente virtual do Magalu, baseado em IBM Watson, atingiu esta marca no primeiro semestre deste ano

A Lu, assistente virtual do Magalu, atingiu no primeiro semestre de 2020 a marca de 1,4 milhão de atendimentos em média, por mês, com média de 8,5 milhões de interações e cerca de 6,1 mensagens por usuário.

Segundo a Magazine Luiza, 20% dos atendimentos são resolvidos na primeira intenção e 60% das pessoas não entram em contato com o SAC após falar com a assistente virtual.

Com a preocupação de fortalecer a conexão dos consumidores com a marca, a assistente virtual evoluiu nos últimos três anos, utilizando a inteligência artificial do IBM Watson.

A solução permitiu agregar novos serviços, como rastreio de pedidos e a integração com ferramentas de mapas para retirada de produtos nas lojas, e até mesmo curiosidades sobre a própria Lu.

Em 2019, a assistente virtual deu um grande passo para a estreitar o relacionamento com os clientes do Magazine Luiza e foi incorporada ao Whatsapp, se tornando a “Lu do Magalu no Whatsapp”, também com uso de IBM Watson Assistant.

Atualmente, já responde dúvidas relacionadas a diversas intenções. As funcionalidades ainda permitem o envio de mensagens ativas para os clientes, como desejar parabéns na data de aniversário.

Talita Paschoini, diretora de Tecnologia do LuizaLabs, conta que a Lu surgiu como solução para automatizar uma demanda criada pela empatia dos clientes com a marca. “Fomos pioneiros na aposta em inteligência artificial, e a capacidade de interagir em linguagem natural com alto nível de acurácia em português de Watson nos ajudou a manter nosso engajamento com os clientes mesmo nesse momento de distanciamento social”, explicou.

“Oferecer informação de produtos e suporte pós-vendas de maneira instantânea ajuda o cliente a tomar a decisão de compra de forma mais rápida, refletindo o aumento em vendas e fidelidade para que eles voltem a comprar conosco.”, acrescentou a executiva.

Para Joaquim Campos, vice-presidente de Cloud & Cognitive Software da IBM Brasil, em um mercado cada vez mais competitivo é imprescindível aproveitar os dados da maneira mais eficiente possível.

“Por meio de tecnologias como inteligência artificial, é possível agregar valor aos processos simples que as companhias realizam para estar em contato com seus consumidores e assim melhorar o relacionamento com os clientes, os fidelizando”, destacou

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Chatbot

Topo