escuro
Serviço por voz ajuda na hora da emergência

Serviço por voz ajuda na hora da emergência

Plataforma Vox Me, criada em quatro idiomas, usa tecnologia de voz para prestar socorro às pessoas

Um serviço de emergência com acionamento por voz em dispositivos como smartphones, tablets ou smart speakers. Eis a Vox Me, plataforma que usa a tecnologia de voz para ajudar as pessoas em caso de necessidade de um pedido de ajuda.

O serviço, desenvolvido pela startup de mesmo nome, está disponível em quatro idiomas – português, inglês, espanhol e italiano. Em um ano de desenvolvimento da plataforma, a empresa investiu R$ 1 milhão.

Assim que o usuário diz “Ok Google, falar com Vox Me” no dispositivo escolhido, via Google Assistente, o sistema liga automaticamente para os contatos cadastrados e informa a localização do solicitante em tempo real para aquele que aceitar o pedido de ajuda.

As ligações não utilizam linha telefônica e são realizadas por meio de computação em nuvem, ou seja, sem qualquer custo adicional, o que permite o acionamento de contatos em qualquer lugar do mundo, de forma automática. Quando alguém confirmar a assistência, um SMS é enviado com o endereço de quem solicitou ajuda, e o assistido também é imediatamente notificado.

Segundo Bruno Musa, CEO da Vox Me, o serviço tem três vantagens fundamentais: segurança, localização georreferenciada e bem-estar, além de estar habilitado para o uso em uma série de dispositivos que possuem assistentes virtuais.

O executivo contou que a ideia de criar um serviço de acionamento por voz veio da forma natural de pedir socorro, estabelecer pontes e dar comandos: a voz. “No final das contas, todos nós queremos falar e sermos ouvidos, pedir socorro e sermos socorridos, chamar e sermos atendidos. Daí surgiu o nosso propósito de utilizar a tecnologia de inteligência artificial para facilitar a vida das pessoas”, explicou.

No primeiro ano do serviço, a expectativa da Vox Me é atingir a marca de 120 mil usuários, com um faturamento de R$ 4 milhões. A projeção para os próximos anos é alcançar 1,4 milhão de usuários e uma receita de R$ 100 milhões.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share