Siga-nos

Tecnologia de voz se integra com bengalas inteligentes

Tecnologia de voz

Hardware

Tecnologia de voz se integra com bengalas inteligentes

Chamado de WeWalk, dispositivo ajuda deficientes visuais caminharem com mais segurança

Dispositivos integrados com a tecnologia de voz buscam trazer mais conforto para o dia-a-dia das pessoas. Além disso, essa solução tem a capacidade de integrar pessoas com deficiência na sociedade. Sabendo isso, a startup britânica WeWalk desenvolveu uma “bengala inteligente” para que pessoas com deficiência visual possam andar na rua com mais segurança. 

Chamada de WeWalk, a bengala é integrada com um assistente de voz e traz um touchpad na alça para ajudar a locomoção do usuário por meio de ferramentas sensoriais. De acordo com a startup, o recurso sensorial do dispositivo inclui uma onda ultrassônica para obstáculos na altura da cintura. Ao detectar algum obstáculo, a bengala começa a emitir vibrações. 

Já a integração com o assistente de voz é realizada por meio de um emparelhamento com o aplicativo para smartphones. Porém, o usuário também pode ativar através do touchpad. Entre as funções do assistente, ele pode responder perguntas sobre onde a pessoa se encontra, localização de transportes públicos, identificar pontos de referência próximos, criar rotas a pé e até pedir um Uber

Ainda em estágio beta de desenvolvimento, a startup pretende expandir os idiomas presentes na bengala para além do inglês. A empresa também diz que o projeto incorpora a inteligência artificial do Azure, da Microsoft, para recursos de reconhecimento de fala.  

“Antes do WeWalk, você precisava de vários aplicativos para navegação, mapas, transporte público e exploração. Colocamos todos em um único aplicativo, controlado pela bengala. O assistente de voz é então conectado por um microfone embutido na bengala”, disse Jean Marc Feghali, chefe de pesquisa e desenvolvimento do WeWalk

Acessibilidade com voz

Tecnologias que buscam integrar pessoas com algum tipo de deficiência tem se tornado uma tendência no mercado de assistentes de voz. De acordo com uma pesquisa realizada pela Strategy Analytics, a grande maioria dos entrevistados cegos ou com alguma deficiência visual usam smart speakers e smart displays.

A importância que o mercado de voz está dando para esse grupo de pessoas pode ser observado na última quinta-feira, 4 de fevereiro, quando foram anunciados os vencedores do Prêmio Alexa de Acessibilidade. A iniciativa foi realizada no Brasil pela Amazon em parceria com a AACD, a Fundação Dorina Nowill e o Instituto Jô Clemente, com o objetivo de estimular a criação de tecnologias para pessoas com deficiência. 

Fonte: Voicebot, com informações da redação

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Hardware

Topo