escuro
Voz sintética

Grupo de K-Pop BTS vai usar voz sintética

Tecnologia será usada para gerar vozes indistinguíveis dos cantores em trabalhos que necessitem apenas do áudio

O gerenciamento do grupo de K-Pop BTS realizou um investimento de US$ 3,6 milhões na startup de voz sintética Supertone. 

A Big Hit Entertainment, empresa de entretenimento sul-coreana que formou o BTS em 2013, afirmou que busca desenvolver “uma voz hiper-realista e expressiva”. Ou seja, o objetivo é desenvolver uma tecnologia capaz de gerar uma voz indistinguível de um ser humano real.

A Supertone é reconhecida na Coréia do Sul por usar a a voz sintética em famosos cantores coreanos. No mês passado, durante um programa da TV local, o recurso de inteligência artificial (IA) da startup ganhou destaque no mundo todo. Com a tecnologia, a empresa foi capaz de “reviver” a voz de Kim Kwang-seok, famoso cantor folk sul-coreano que morreu em 1996. 

Acredita-se que a Big Hit Entertainment esteja buscando os serviços da Supertone para gerar vozes sintéticas dos cantores em jogos, desenhos animados ou qualquer trabalho que necessitem apenas do áudio.

“Aceleraremos a globalização de nossa tecnologia de IA por meio de nossa parceria com a Big Hit Entertainment. Também forneceremos ainda mais a conexão necessária para que as empresas coreanas mantenham sua superioridade tecnológica nesta era de produção e conteúdo digital global”, disse o CEO da Supertone, Lee Kyo Gu.

Além da Supertone, grandes empresas também já desenvolvem tecnologias voltadas para a criação de vozes artificiais. É o caso da Microsoft, que criou uma voz com mais de duas mil frases para o personagem da Warner Bros Pernalonga.

Outra empresa que também tem investido nesse setor é a Amazon, que desenvolveu uma skill para substituir a voz da Alexa pela do ator Samuel L. Jackson.  

Fonte: Voicebot

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share