escuro
Mozilla Common Voice

Mozilla Common Voice vai criar banco de voz para língua africana

Organizações sem fins lucrativos estão investindo US$ 3,4 milhões para criar um banco de dados de voz na língua africana

Assistentes de voz como a Alexa, Siri e Google Assistente aos poucos têm recebido novos idiomas para a sua base de dados. No entanto, nenhum deles ainda é capaz de falar alguma língua nativa africana. Mas agora, o projeto Mozilla Common Voice poderá resolver esse problema graças a um investimento de US$ 3,4 milhões para aprender Suaíli.

O investimento vem de organizações sem fins lucrativos internacionais, como a Fundação Bill & Melinda Gates, Corporação Alemã para Cooperação Internacional e a Foreign Commonwealth & Development Office. Com o dinheiro, será possível contratar desenvolvedores e trazer voluntários para criar um banco de dados de voz na língua africana.

“Ao facilitar a doação de dados de voz em Suaíli, a Common Voice ajudará os africanos orientais a desempenhar um papel direto na criação de tecnologia que ajuda em vez de prejudicar suas comunidades”, disse Chenai Chai, assessora especial da Fundação Mozilla.

Ao todo 100 milhões de pessoas têm o Suaíli como língua materna, falado principalmente no Quênia, Uganda, Tanzânia, Ruanda, Burundi e Sudão do Sul. 

O Mozilla Common Voice foi criado em 2017 como uma alternativa às grandes empresas que trabalham no mercado de voz. Até o momento, o Common Voice conta com mais de nove mil horas de dados em 60 idiomas diferentes, considerado o maior conjunto de dados de voz público do mundo.

Fonte: Voicebot

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share