escuro
Amazon

Amazon lança base de dados com 51 idiomas para Alexa

Modelo chamado “massive” permite usar um código-fonte aberto para criar aplicativos de voz em idiomas menos falados

A Amazon lançou nesta semana um novo formato de inteligência artificial para o chamado “massive”, capaz de traduzir 51 idiomas a partir de um único modelo de machine learning. Segundo a Amazon, ao aprender uma representação de dados, o modelo permite usar um código-fonte aberto para criar aplicativos de voz em idiomas menos falados.

Assim, a coleta desses dados é construída a partir de um único modelo que entende as informações fornecidas e traduz automaticamente para a Alexa.

“Esperamos que esse conjunto de dados permita que pesquisadores de todo o mundo impulsionem novos avanços na compreensão de idiomas multilíngues que expandem a disponibilidade e o alcance das tecnologias de IA de conversação”, disse Prem Natarajan, vice-presidente da Alexa AI Natural Understanding.  

Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

Em paralelo a esse novo formato, a Amazon está promovendo uma nova competição chamada de Massively multilingual NLU 2022 (MMNLU-22). De acordo com o anúncio, ela combinará apresentações acadêmicas e anúncios da empresa. Prevista para acontecer em 7 ou 8 de dezembro, os interessados em participar terão até o dia 8 de agosto para se inscrever.

O evento também contará com palestrantes que vão falar sobre vários assuntos relacionados ao multilinguismo e NLU. 

Alexa
Imagem: Divulgação/Amazon

Além da iniciativa da Amazon, em 2017 foi criado o projeto Common Voice Foundation, que busca apoiar desenvolvedores de tecnologia de voz. O Common Voice Database possui mais de nove mil horas de 60 idiomas diferentes e afirma ser o maior conjunto de dados em domínio público do mundo. 

Em maio do ano passado, graças a um investimento de US$ 3,4 milhões de organizações sem fins lucrativos, passou a receber dados para aprender Suaíli. Ao todo 100 milhões de pessoas têm o Suaíli como língua materna, falado principalmente no Quênia, Uganda, Tanzânia, Ruanda, Burundi e Sudão do Sul. 

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share