escuro
Casa inteligente

Google prepara caminho para integrar dispositivos ao Matter

Empresa anunciou no Google I/O iniciativas para facilitar a vida dos desenvolvedores de soluções para casa inteligente

Com a chegada do Matter prevista ainda para esse ano, o Google trabalha para tornar a vida dos desenvolvedores mais fácil na hora de integrar soluções para casa inteligente com o novo protocolo. A empresa anunciou no Google I/O, conferência que termina nesta quinta-feira, 12 de maio, algumas iniciativas para tornar isso possível.

Uma delas é o lançamento no dia 30 de junho do Google Home Developer Console, com dois novos kits de desenvolvimento de software (SDKs) para facilitar a criação de dispositivos e aplicativos Matter.

Segundo Michele Turner, diretora sênior do Ecossistema Google Home, o novo Google Home Mobile SDK vai facilitar a criação de aplicativos que se conectam diretamente a dispositivos Matter usando o novo suporte de conectividade integrado no Android.

O resultado, na avaliação dela, é uma configuração mais simples, consistente e confiável para usuários do Android. Com isso, acrescentou, os desenvolvedores podem gastar mais tempo criando recursos e experiências exclusivas.

No caminho da integração com o Matter, a empresa vai atualizar muitos dispositivos Google Nest, incluindo o alto-falante original do Google Home, Google Mini, Nest Mini, Nest Hub de primeira e segunda geração, o Nest Hub Max, o Nest Áudio e o Nest Wifi.

Casa inteligente

Assim, será possível conectar os dispositivos habilitados para o protocolo ao Google Home e os controle local e remoto com o aplicativo Google Home, controles domésticos inteligentes no smartphone Android ou Google Assistente.

Outra iniciativa do Google foi criar um novo site Google Home para reunir em um só lugar milhares de dispositivos domésticos inteligentes que funcionam com o Google Home. A empresa também trabalha para atualizar o programa de parceiros “Works with”.

“Com o Matter, não há necessidade de construir várias versões de um dispositivo doméstico inteligente para funcionar em diferentes ecossistemas. O desenvolvedor só precisará construir uma vez, e esse dispositivo funcionará imediatamente com o Google Home e outras marcas de casa inteligente”, explicou Michele Turner.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share