escuro

Walmart sai do Google Shopping e do Google Express

O Walmart, uma das maiores redes varejistas do mundo, confirmou sua saída do Google Shopping Actions, solução para compras por voz por meio do Google Assistente, e também do Google Express, a alternativa do Google à Amazon.com para compras no varejo. O Walmart deixa os programas pouco tempo depois de eles serem lançados. No primeiro caso, um ano depois; e, no outro, pouco menos de 18 meses.

No curto prazo, a expectativa é que esta decisão comprometa os esforços de compra de voz do Google, mas não indica, no entanto, que a gigante do varejo esteja abandonando a plataforma do Google Assistente ou os dispositivos do Google Home.

“Os representantes da Google e do Walmart disseram que o varejista continuará a construir uma solução que funcione com o assistente digital controlado pela Google”, informou a Bloomberg.

Segundo especulou a reportagem da Bloomberg, o Walmart se retirou desses programas porque está investindo em suas próprias capacidades de comércio eletrônico e tem menos necessidade de fazer parceria com a Google.

Uma conclusão lógica para a saída é que, depois de outra temporada de compras de fim de ano, o Walmart não via volume de vendas suficiente por meio do Google Shopping via assistente para continuar na plataforma.

Isso vai na linha da especulação gerada pelos relatórios da “The Information”, que são realizados por uma pequena porcentagem de proprietários de alto-falantes inteligentes, pelo menos no ecossistema Amazon Alexa.

No entanto, a Target comentou publicamente que os clientes do Google Express têm volume de compras 20% maiores e está otimista em relação ao impacto das compras por voz. A Amazon informou recentemente que as compras de voz triplicaram durante a temporada de feriados de 2018 em comparação com o ano anterior.

* com informações do Voicebot.ai e da Bloomberg

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share