escuro
Artigo sobre internet das coisas

Internet das coisas na iluminação

A Signify, novo nome da Philips Lighting, lançou no país uma plataforma IoT (internet das coisas, na tradução) voltada ao segmento de iluminação conectada. Especializada em iluminação IoT, a empresa conta com uma base instalada de 29 pontos de luz conectados em todo o mundo. Até o próximo ano, a companhia planeja que todos os novos produtos LED produzidos sejam conectáveis.

“À medida que a iluminação se torna verdadeiramente inteligente, nossos produtos, sistemas e serviços para a internet das coisas criam soluções que produzem dados para os usuários e oferecem benefícios além da iluminação”, comentou Daniel Tatini, diretor geral do Brasil da Signify.

Segundo estudo recente da Signify e o World Council on City Data (WCCD), com a iluminação LED inteligente, as cidades poderiam economizar energia e reduzir a emissão de CO2 em quase dois terços.

O estudo revelou que a cidade de Los Angeles fez uma economia de energia de 63% em 2016 com o emprego desse tipo de sistema. A Signify implementou essas tecnologias de economia de energia na América Latina, em lugares como a ponte de Manaus, no Brasil, e a cidade de Buenos Aires, na Argentina.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share