escuro

Mais investimentos para IoT

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) dobrou de R$ 15 milhões para R$ 30 milhões o orçamento destinado à seleção de projetos-piloto de internet das coisas (IoT). A chamada pública, lançada em junho do ano passado, selecionou 15 planos de 11 instituições voltados para as áreas de cidades inteligentes, ambiente rural e saúde. O investimento total nos projetos-pilotos chegam a R$ 88 milhões, com aporte de 50% do BNDES para o valor de cada um deles.

Os planos selecionados propõem soluções baseadas em IoT ligadas a temas como eficiência de redes de iluminação e uso de imagens e dados em tempo real na segurança pública; otimização de semáforos; aumento da produtividade rural por meio da gestão de pragas e previsão do microclima; otimização da gestão de maquinário no campo; monitoramento da saúde e bem-estar animal por meio de sensores; automação da gestão hospitalar e monitoramento remoto de pacientes com hipertensão, obesidade, câncer e distúrbios do sono, além do diagnóstico à distância de retinopatia diabética.

Estudo

O BNDES, em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), apoiou o estudo para o diagnóstico e a proposição de plano de ação estratégico para o país em IoT, coordenado pelo consórcio McKinsey/Fundação CPqD/Pereira Neto Macedo. O plano indicou quatro verticais que apresentaram maior impacto: cidades, saúde, rural e indústria.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share