escuro

Take tem faturamento 15% maior em 2018

O faturamento da Take, que desenvolve soluções conversacionais e chatbots, cresceu 15% em 2018. Para este ano, a meta é dobrar a receita, de acordo com balanço divulgado pela empresa na segunda-feira, 25 de fevereiro. A expectativa também é chegar ao final de 2019 com 50 mil chatbots criados na plataforma BLiP, contra os atuais 15 mil assistentes inteligentes.

No ano passado, a Take investiu cerca de 20% do seu faturamento em tecnologia. A estimativa é aplicar, este ano, 30%. A empresa também trabalha com a meta de pular de 100 para 1 mil o número de clientes. A Take, que pretende atingir a marca de 1 bilhão de mensagens trafegadas por mês, está desenvolvendo um piloto para uma das gigantes do mercado de comunicação.

“A transformação digital começa pela digitalização da comunicação, e a melhor forma disso se concretizar é via chatbot. Todas as empresas que querem acelerar o seu processo de transformação digital deveriam começar pela comunicação. O chatbot permite que elas estejam perto das pessoas”, comenta Roberto Oliveira, CEO da Take, que opera em mais de 70 países. Pesquisa da Grand View Research projeta um volume de negócios de US$ 1,25 bilhão para o mercado global de chatbot até 2025.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share