escuro

Sistema adapta Alexa para variações regionais de idioma

Aproveitar a familiaridade que a Alexa tem com uma determinada língua à medida que avança por novos países. Está é a ideia por trás de um novo sistema de aprendizado de máquina que a Amazon apresentou, na semana passada, na reunião anual da North American Chapter of the Association for Computacional.

Segundo post do blog de desenvolvedores, a Amazon fez experiências treinando o novo modelo em quatro variantes diferentes de inglês. O resultado alcançado veio com a maior precisão, de 18%, 43%, 116% e 57%, em relação aos modelos treinados individualmente em cada variante.

A Amazon explicou que o sistema é um classificador de domínio, que determina o tópico da solicitação de um cliente, como música, clima ou esportes. Ele também pode identificar solicitações como “fora de domínio”, o que é importante para evitar o manuseio incorreto de fala não intencional ou truncada.

Segundo o post, o classificador de domínio é um modelo multitarefa, o que significa que ele é treinado para executar várias tarefas simultaneamente. Uma dessas tarefas é aprender um modelo estatístico geral para um idioma específico, que captura consistências entre regiões.

O novo modelo também tem tarefas para aprender vários modelos diferentes de localidade específicos para o mesmo idioma. O sistema baseia suas classificações de domínio nas saídas dos modelos gerais e específicos de código de idioma.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share