Siga-nos

Uso de assistente de voz traz riscos para motorista, diz estudo

Assistentes de Voz

Uso de assistente de voz traz riscos para motorista, diz estudo

A Transport Research Laboratory, empresa britânica de consultoria e pesquisa de transportes, divulgou estudo sobre o uso de assistentes de voz por motoristas enquanto dirigem. O trabalho diz que o emprego da solução pode deixar a pessoa tão dispersa quanto se tivesse ingerido uma bebida alcóolica.

Segundo a pesquisa, a interação do motorista com esse tipo de tecnologia no período em que o carro está em movimento diminui o seu tempo de reação e aumenta a possibilidade de um acidente.

O estudo da Transport Research Laboratory concluiu que o uso dos controles de voz de um telefone celular distrai tanto quanto se o motorista precisasse tocar na tela do aparelho.

O Conselho Nacional de Segurança dos Estados Unidos conta que, nos últimos anos, ocorreram quase 40 mil mortes nas estradas do país. Embora o estudo não relacione diretamente acidentes – fatais ou não – ao uso dos assistentes de voz, o órgão norte-americano estima que 8% deles envolvam distração.

Outra pesquisa, realizada em 2015 pela Fundação AAA para Segurança no Trânsito, apontou que o uso de um
smartphone com um assistente de voz causa tanta distração ao motorista que sua atenção fica dividida até 20 segundos
após a utilização do mecanismo.

Em seu relatório, Transport Research Laboratory solicitou a criação de uma legislação para o uso dessa tecnologia. Também recomendou ainda que sejam realizadas novas pesquisas para que se determine o quão de fato é perigoso a utilização dos assistentes de voz durante a direção.

Fonte: Voicebot.ai

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Assistentes de Voz

Topo