Siga-nos

Smart speaker: Amazon vai manter liderança até 2021

Conheça as tecnologias que vão impactar nossas vidas até 2030

Hardware

Smart speaker: Amazon vai manter liderança até 2021

Apesar liderar este mercado, participação da empresa segue uma rota de queda, podendo chegar a 68,2% no próximo ano, diz pesquisa

Até o próximo ano, a Amazon seguirá na frente na disputa pelo mercado de smart speakers, apesar da rota declinante dos resultados, como aponta um novo relatório divulgado pela consultoria eMarketer. Segundo o documento, cerca de 70% dos usuários de alto-falantes inteligentes nos Estados Unidos usarão o Echo este ano, perto dos 72,9% do ano passado. No próximo ano, esse número poderá cair para perto de 68,2%.

O relatório da eMarketer mostra que apenas 31,7% dos donos desses dispositivos usarão um dispositivo do Google em 2020. Os alto-falantes inteligentes da Apple foram agrupados na categoria misto de “outros”, que deverá quebrar 18% este ano.

O relatório estima que cerca de 83,1 milhões de pessoas usarão um alto-falante inteligente este ano, um aumento de 13,7% em relação ao ano passado.

“Anteriormente, esperávamos que o Google e a Apple fizessem mais avanços nesse mercado, mas a Amazon permaneceu agressiva”, diz Victoria Petrock, analista principal da eMarketer.

No relatório, a eMarketer diz que a Amazon lançou consistentemente recursos que tornam seu Echo e outros dispositivos habilitados para Alexa mais intuitivos. Abrir dispositivos Alexa para desenvolvedores externos e torná-los compatíveis com dispositivos domésticos inteligentes de terceiros também ajudou a aumentar a posição dos alto-falantes inteligentes da Amazon, justificou a consultoria.

No entanto, a eMarketer observa que essas coisas não são exclusivas da Amazon, pois os alto-falantes inteligentes do Google e da Apple também são compatíveis com muitos dispositivos domésticos inteligentes.

De acordo com o relatório, uma área em que os dispositivos Echo ficam aquém da concorrência é no suporte ao idioma. Os produtos da Amazon não suportam tantos idiomas que não o inglês quanto seus concorrentes, explicou a consultoria.

O relatório também aponta que o crescimento do uso de smart speakers nos EUA desacelerará nos próximos anos, mas o número de usuários continuará a aumentar à medida que Alexa, Google Assistente e Siri e outros assistentes de voz se expandirem para outros ambientes e equipamentos, como carros e eletrodomésticos inteligentes.

“Com o tempo, veremos um crescimento lento no número de alto-falantes inteligentes, à medida que as pessoas recorrem a assistentes de voz incorporados a outras coisas em residências, veículos e em movimento”, diz Petrock. “O próximo desafio da Amazon será manter seu domínio também nesses outros ambientes”.

Fonte: The Verge

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Hardware

Topo