escuro
Prêmio Alexa de Acessibilidade

Prêmio Alexa de Acessibilidade anuncia vencedores

Premiação, que teve 100 skills registrados, vai destinar R$ 100 mil para instituições selecionadas pelos três vencedores

O Prêmio Alexa de Acessibilidade, iniciativa que incentiva a criação de skills voltadas para pessoas com deficiência, anunciou nesta quinta-feira, 4 de fevereiro, seus vencedores. A premiação, além de um valor em dinheiro e produtos para os ganhadores, também vai destinar um montante de R$ 100 mil para ONGs que serão escolhidas por eles.

O aplicativo “Memória Sonora”, desenvolvido por Adriana Rita, ficou com o primeiro lugar. A segunda colocação ficou para “Onde guardo isso?”, criado por Marcos Medeiros, já no terceiro lugar está o app “Localizador de ônibus São Paulo acessível”, produzido por Felipe Borges. 

“Memória Sonora”

A skill campeã, “Memória Sonora”, é um jogo da memória que usa sons no lugar de cartas, focado na reabilitação cognitiva. Ela busca ajudar pessoas com diferentes tipos de desordens cognitivas, como doenças degenerativas, demência e deficiências intelectuais. 

A desenvolvedora da skill, Adriana Rita, receberá R$10 mil em dinheiro e um dispositivo Echo Studio. Além disso, ela também receberá R$50 mil para doar a alguma ONG de seu interesse. 

“Onde guardo isso”

Em segundo lugar está a skill “Onde guardo isso?”. Ela busca ajudar as pessoas com deficiência intelectual a lembrar onde objetos específicos podem ter sido guardados. O desenvolvedor Marcos Medeiros receberá R$5 mil em dinheiro e um dispositivo Echo Show 8. Já a ONG selecionada por ele receberá R$35 mil em doação. 

Localizador de ônibus SP

No terceiro lugar ficou a skill “Localizador de ônibus São Paulo acessível”. O aplicativo tem por objetivo levar informações para pessoas cegas ou de baixa visão sobre a previsão de chegada de um ônibus, a localização e o endereço do ponto. O app também diz se o transporte é acessível para pessoas com deficiência. 

O desenvolvedor Felipe Borges receberá um Echo Show 8, um Echo e um kit casa inteligente da Positivo. Já a ONG escolhida por ele receberá uma doação de R$15 mil. 

O Prêmio Alexa de Acessibilidade é uma iniciativa que envolve a Amazon, a AACD (Associação de Apoio à Criança com Deficiência), a Fundação Dorina Nowill e o Instituto Jô Clemente. O prêmio teve cerca de 100 skills inscritas por desenvolvedores entre agosto e dezembro de 2020. As skills foram avaliadas  a partir de critérios que incluíram usabilidade, desenvolvimento, design, Experiência do Usuário (UX) e impacto na vida de pessoas com deficiência. 

“Estamos extremamente orgulhosos de ver uma tecnologia, como a Alexa, ajudar tanta gente, e parabenizamos não só os vencedores de hoje, mas todos que inscreveram suas skills. Esperamos que o legado do Prêmio Alexa de Acessibilidade continue, com novas skills e dispositivos sendo inventados para tornar a vida de pessoas com deficiência mais fácil”, comentou Thais Cunha, gerente de marketing da Amazon Alexa no Brasil.

Total
2
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
2
Share