escuro
assistente virtual

Assistente virtual habilitado para Alexa parte em missão espacial

Dispositivo usa tecnologia de voz para oferecer à tripulação informações sobre o voo

Prevista para partir nesta segunda-feira, 29 de agosto, para mais uma jornada, a missão Artemis 1 carrega um novo item tecnológico. Trata-se do dispositivo Callisto, que promete mudar a forma como os astronautas interagem com a espaçonave.

O sistema, criado pela Lockheed Martin em parceria com a Cisco e a Amazon, contará com um assistente de voz habilitado para Alexa a fim de oferecer dados em tempo real, conectividade e feedback aos tripulantes da espaçonave Orion.

Com o Callisto, será possível responder a comandos de voz em linguagem natural da mesma forma que se faz em outros produtos habilitados para a Alexa.

A solução tem como objetivo principal atender às necessidades da tripulação da nave e dos controladores da missão em terra.

Callisto

Segundo um comunicado da Lockheed Martin, o assistente de voz fornecerá “acesso a informaçoes da missão em tempo real e uma conexão virtual com pessoas e informações na Terra”.

A ideia é demonstrar “como a tecnologia de voz e IA podem audar a melhorar a eficiência e a consciência situacional para quem está a bordo”.

“A Orion já é a espaçonave mais avançada já desenvolvida para levar astronautas à lua, e a tecnologia de ativação por voz pode levá-la ao próximo nível, permitindo que os sistemas de computador interativos das espaçonaves de ficção científica se tornem realidade para a próxima geração de exploradores”, disse a Nasa em um comunicado.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share