Siga-nos

Facebook Messenger cresce mais que o Telegram e o Whatsapp no Brasil

Chatbot

Facebook Messenger cresce mais que o Telegram e o Whatsapp no Brasil

Pesquisa aponta aumento da aceitação do aplicativo de mensageria da empresa americana

O Facebook Messenger é o aplicativo de troca de mensagens que mais cresceu no Brasil no período de um ano. A informação é do estudo “Panorama de Mensageria no Brasil”, realizada pelo Mobile Time e pela Opinion Box. Em relação a 2018, o crescimento registrado foi de seis pontos percentuais (de 73% para 79%).

Com os números apresentados na pesquisa, patrocinada pelo Infobip, o aplicativo do Facebook superou o crescimento do Telegram (de 14% para 19%) e o do Whatsapp. Preferência do brasileiro, o “zap”, como é popularmente chamado, tinha pouca margem para crescer, mas ainda assim saltou de 97% para 98%.

Estreante no levantamento, o Instagram, que também possui serviço de mensageria, está instalado em 72% dos smartphones brasileiros.

Ainda de acordo com o estudo, o Whatsapp é a solução utilizada com maior frequência: 92% dos usuários acessam o aplicativo todos os dias. Em seguida, vem o Instagram, acessado por 66% dos brasileiros diariamente.

Outro dado interessante apresentado foi o de que o Whatsapp é visto como um potencial meio de pagamento por 56% dos seus usuários. Destes, 47% querem uma conta bancária dentro do aplicativo, 30% preferem associá-lo a uma conta bancária própria e 23% a um cartão de crédito.

Outra característica do usuário brasileiro revelada no estudo foi a baixa rejeição às marcas nas plataformas de mensageria. O Facebook Messenger tem o índice mais alto nesse quesito – 13%. Por outro lado, a rejeição no Telegram e no Instagram é praticamente inexistente.

Embora só tenha aberto a API recentemente para contas corporativas, o Whatsapp já é reconhecido como um canal de contato com os clientes. Pouco mais de 76% dos usuários já consideram que o aplicativo é um canal apropriado para tirar dúvidas com marcas, e 60% para obter suporte.

O WhatsApp, inclusive, ameaça o SMS, já que 83% dos entrevistados consideram que o aplicativo é adequado para o envio de avisos relevantes para o consumidor, ante 17% do SMS.

A pesquisa revelou ainda que 51% dos brasileiros nunca ou quase nunca enviam mensagens de texto e 20% nunca recebem SMS.

Foram entrevistados 2.102 brasileiros com mais de 16 anos de idade que acessam a internet e possuem celular. As entrevistas foram realizadas por meio online entre 17 e 25 de julho.

Um comentário

Um comentário

  1. Evandro Duarte

    03/09/2019 em 10:55 pm

    Mesmo com os supostos vazamentos e “invasão” de contas do Telegram, ele segue firme (crescimento de 35% proporcionalmente). Isso mostra que mesmo a mídia “especializada” tentando denegrir a imagem do app, seus usuários mostram-se conscientes e sabem das qualidades do mensageiro.

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Chatbot

Topo