Siga-nos

Amazon traz Alexa para dispositivos Iot

IoT

Amazon traz Alexa para dispositivos Iot

Solução permite criar acessórios que se conectam à Alexa para tocar música e controlar dispositivos inteligentes, por exemplo

A Amazon se antecipou à conferência AWS re: Invent, que começará no dia 2 de dezembro, em Las Vegas (EUA), e anunciou na segunda-feira, 25 de novembro, uma série de produtos e serviços com acesso ao Amazon Web Services (AWS) voltados para o segmento de internet das coisas (IoT). Um deles é a integração do Alexa Voice Service (AVS) para o AWS IoT Core, o serviço de nuvem gerenciado que permite aos gadgets interagirem com aplicativos em nuvem e outros dispositivos.

A solução foi desenvolvida para permitir que os fabricantes criem dispositivos embutidos na Alexa – ou acessórios que se conectam à Alexa para tocar música, controlar dispositivos domésticos inteligentes, por exemplo, com recursos de hardware restritos.

Os dispositivos embutidos da Alexa anteriormente exigiam pelo menos 100 MB de RAM e microprocessadores da classe A do ARM Cortex, mas graças aos novos componentes de processamento em nuvem da AWS que descarregam tarefas como buffer e mixagem de áudio, o requisito da linha de base foi reduzido para 1 MB de RAM e Arm Cortex Microcontroladores da classe M.

A integração do Alexa Voice Service (AVS) para o AWS IoT Core transfere especificamente recuperação de mídia, decodificação de áudio, mixagem de áudio e gerenciamento de estado para um novo dispositivo virtual construído na Alexa na nuvem.

Segundo a Amazon, a integração do AVS para o AWS IoT Core pode reduzir em até 50% os custos de materiais associados aos dispositivos embutidos da Alexa e levar a assistente de voz a produtos como interruptores de luz, termostatos e pequenos aparelhos.

“Com [essas] novas categorias de dispositivos embutidos Alexa, os usuários finais agora podem experimentar a Alexa em novas partes de sua casa, escritório ou quarto de hotel para uma experiência verdadeiramente ambiental, onde conversam diretamente com o ambiente em vez de interagiram com um Alexa”, explicou a empresa em um comunicado de imprensa.

A Amazon anunciou também melhorias no IoT Greengrass, serviço da Amazon que estende a AWS para dispositivos de borda; e o encapsulamento seguro para o AWS IoT Device Management, um recurso que permite a criação de um encapsulamento de dispositivo. A preocupação da empresa com IoT tem um bom motivo. A estimativa é que, até o final deste ano, o segmento movimente US$ 212 bilhões.

De acordo com uma pesquisa da Eclipse Foundation em 2018, a AWS foi de longe a plataforma de nuvem mais popular para desenvolvedores de IoT, crescendo em popularidade de 21% em relação a 2017 para uma participação de 51,8%, em comparação com a participação de 31,21% do Azure (acima de 17% em 2017).

Fonte: Venturebeat

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de IoT

Topo