Siga-nos

Número de dispositivos inteligentes pode chegar a 13,5 bilhões até 2025

Dispositivos inteligentes

Casa Conectada

Número de dispositivos inteligentes pode chegar a 13,5 bilhões até 2025

Entretenimento será o setor de maior destaque, com uma receita de U$ 230 bilhões, segundo Juniper Research

O número de dispositivos domésticos inteligentes instalados vai subir dos atuais 7,4 bilhões, previstos para 2020, para 13,5 bilhões até 2025. Mas, os aparelhos voltados para o entretenimento são os que vão ganhar maior destaque nos próximos anos, gerando mais de U$ 230 bilhões de receita até 2025. 

Os dados fazem parte do relatório “Dispositivos domésticos inteligentes: modelos de negócios, tendências de mercado e previsões para 2020-2025”, desenvolvido pela Juniper Research.

A pesquisa também observa que a crescente popularidade dos assistentes de voz vai fazer com que 94% dos dispositivos inteligentes sejam comprados individualmente, em vez de vir junto com a casa inteligente

Usuários buscam mais dispositivos para entretenimento

De acordo com a Juniper Research, os medidores inteligentes exigem um suporte das autoridades regulatórias para avançar, principalmente nos países fora da Europa. Por conta disso, o mercado de medição inteligente crescerá lentamente, com uma taxa de 2% ao ano em todo o mundo. Isso em comparação com aumento de 12% para os dispositivos de entretenimento doméstico inteligente. 

A pesquisa diz que apesar de crescer 3,9 bilhões de dispositivos usados ativamente em 2025, somente 11% das casas ao redor do mundo vão contar com uma automação inteligente.

Segundo o relatório, dispositivos mais duradouros, como lâmpadas e fechaduras inteligentes vão ganhar maior destaque nos próximos anos, e não aqueles que precisam ser substituídos regularmente. 

“O valor neste segmento é poder incentivar o uso em toda a casa; levando a um alto nível de valor para cada adotante”, observou o coautor de pesquisa James Moar. “Fora do entretenimento, a adoção virá mais dos fornecedores, tornando-os a opção padrão, em vez da tecnologia que incentiva a substituição de dispositivos utilitários.”

Para a realizar a pesquisa foram analisados os hábitos de 19 países: Brasil, Austrália, Canadá, China, Dinamarca, França, Alemanha, índia, Japão, México, Países Baixos, Noruega, Portugal, Arábia Saudita, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos. 

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Casa Conectada

Topo