Siga-nos

Tecnologia de voz na automação é tema de evento da Aureside

Serviços de voz

Casa Conectada

Tecnologia de voz na automação é tema de evento da Aureside

No dia 31 de março, Daniel Almeida, da Amazon Alexa, falará sobre serviços de voz para aplicações em automação e em segurança

A Jornada de Automação, evento promovido anualmente pela Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial (Aureside), volta neste ano no formato híbrido. A 13ª edição começa na próxima quarta-feira, 3 de março, com as palestras online transmitidas pela Internet, entre elas uma voltada para o uso dos serviços de voz  em aplicações em automação e em segurança, com a Amazon.

No dia 7 de abril, acontecerão as apresentações presenciais, em São Paulo, com o tema “Convergência, Segurança e Automação”. As inscrições para a 13ª Jornada de Automação são gratuitas. Durante o mês de março, serão realizados cinco webinars com especialistas da área de automação, com transmissão pela internet, das 18:30 às 20h.

A programação de webinars vai destacar os seguintes temas: “Automação na gestão de riscos operacionais” (3 de março), “Lockers inteligentes: a solução para gestão automatizada de encomendas” (10), “Portarias remotas: desafios na implantação e tendências” (17), “Plataformas abertas de controle de acesso” (24), “Serviços de voz – aplicações em automação e em segurança (31), com apresentação de Daniel Almeida, da Amazon.

“Num momento onde encontros profissionais ainda são escassos, torna-se fundamental eventos deste tipo para os fornecedores notificarem ao seu público as novidades tecnológicas, que são muitas e diversificadas”, comenta José Roberto Muratori, diretor-executivo da Aureside, que promove a Jornada de Automação desde 2017. No ano passado não houve edição por causa da pandemia do coronavírus.

Um dos objetivos do evento é contribuir para a capacitação e certificação dos profissionais da área de automação. O outro é estimular o relacionamento entre formadores de opinião no segmento, como engenheiros, arquitetos, projetistas, designers, construtores, acadêmicos e estudantes.

Muratori lembra as dificuldades vistas no ano passado para criar a interação entre os diversos agentes do segmento por conta da pandemia. Por outro lado, observa, o cenário de 2020 ajudou a acelerar a introdução e a validação de muitas novas soluções e tecnologias antes ainda em fase embrionária ou ainda de testes.

“Temos um certo lapso na formação e na certificação continuada dos profissionais e isto vai precisar ser reposto no menor prazo possível”, comenta Muratori.

Mais informações aqui.

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Casa Conectada

Topo