escuro
Amazon Alexa

Alexa tem novas soluções para área de saúde

Objetivo é integrar a tecnologia da assistente de voz para facilitar relacionamento entre pacientes e funcionários de hospitais

A Amazon anunciou nesta semana duas novas soluções para a Alexa como parte do programa Alexa Smart Properties. Segundo a empresa, o objetivo é integrar a tecnologia da assistente de voz na área de assistência médica, permitindo que os residentes e pacientes fiquem conectados e entretidos conversando com a Alexa. 

A primeira novidade permitirá que os pacientes e convidados usem os dispositivos da linha Echo para entrar em contato com a equipe médica e obter informações sobre o atendimento. Além disso, as pessoas próximas do paciente podem entrar em contato por meio do próprio dispositivo.

Já a segunda solução traz para os médicos o recurso Drop In, que permite verificar remotamente como estão os pacientes.  Ainda em fase de testes, a tecnologia foi usada em hospitais e lares de idosos, como o Hospital Infantil de Boston, Atria, Eskaton e Cedars Sinai, em Los Angeles. 

Segundo Peachy Hain, diretor executivo de Serviços Médicos e Cirúrgicos do Cedars-Sinai, a tecnologia permite que os pacientes usem comandos de voz para tarefas básicas, como mudar o canal de TV ou se comunicar com as pessoas. Assim, isso permite que os enfermeiros fiquem com mais tempo para se concentrar nos cuidados médicos.

“Por ser tão fácil de operar, os pacientes podem usar o Alexa para se conectar com sua equipe de atendimento e se divertir assim que se acomodam, enquanto os profissionais de saúde podem agilizar as tarefas para ter mais tempo para cuidar desses pacientes”, disse Peachy Hain.

Segundo a Amazon, a privacidade é um dos pontos que estão sendo levados em consideração durante o desenvolvimento do projeto. A empresa afirma que nenhuma informação é compartilhada e as gravações não são salvas.

Apesar da iniciativa de trazer a Alexa para hospitais ser recente, um relatório da rede de televisão americana CNBC sugere que a empresa mira nesse mercado desde 2018. Essas investidas podem ser vistas com o Alexa Care Hub, lançado no ano passado, que permite as pessoas de uma casa monitorar as atividades de um família. 

Imagem: Divulgação/Amazon

Além dos hospitais, esse programa também tem como foco trazer experiências personalizadas para hotéis e conjuntos de apartamentos. Neste mês, a solução foi levada para os hóspedes do hotel Mercure Hyde Park, no Reino Unido. Com a assistente de voz, as pessoas podem solicitar o serviço de quarto, ligar para a recepção, fazer o check-out e controlar os dispositivos inteligentes do quarto.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share