escuro

IA pode gerar mais empregos no país, diz estudo

Pesquisa diz que número de empregos no setor de serviços corporativos pode chegar a 26 milhões até 2030 com uso de IA

O emprego da inteligência artificial, no Brasil, pode gerar 26 milhões de empregos novos no setor de serviços corporativos. É o que aponta pesquisa da Microsoft para medir os impactos do uso da tecnologia. Segundo o estudo “O impacto da IA no mercado de trabalho”, conduzido pela DuckerFrontier, serão 103% mais de postos de trabalho até 2030, na comparação com as estimativas do Banco Mundial (Bird) e do Fundo Monetário Internacional (FMI).

A estimativa não leva em conta os efeitos de automação e criação de empregos novos, que, se considerados, fariam o número de empregos no setor de serviços corporativos crescer 258%. O estudo aponta aumentos significativos no número de novos empregos nos setores de manufatura (73%); comércio varejista, atacadista, hotelaria e alimentação (44%); e construção (42%).

As simulações do estudo mostram também que, à exceção dos serviços corporativos, todos os outros setores passariam por uma redução na carga horária de trabalho por conta dos ganhos da automação. A redução líquida do número das horas trabalhadas seria de 33%, no cenário mínimo de benefícios da IA, e, no cenário máximo, de 7%.

Com relação ao crescimento econômico, a adoção máxima de IA no país pode aumentar a taxa composta anual de crescimento (CAGR) do Produto Interno Bruto (PIB) para 7,1% ao ano até 2030. Esse é um aumento superior à projeção de 2,9% de crescimento do PIB feita pelo Bird e pelo FMI no mesmo período, também descontando os efeitos da IA.

De acordo com o estudo, o maior avanço do PIB viria acompanhado ainda de um crescimento até quatro vezes maior nos níveis de produtividade do país, podendo chegar a uma taxa composta anual de crescimento de até 7% ao ano no período até 2030, comparada a 1,7% de crescimento ao ano estimado pelo Banco Mundial e pelo FMI.

O estudo da DuckerFrontier também destaca que uma redução na carga horária de trabalho não levaria automaticamente a uma perda de postos de trabalho em todos os casos. Segundo a consultoria, as companhias poderiam alocar novas tarefas a seus funcionários ou até reduzir a carga horária graças aos ganhos de produtividade que a IA oferece.

Também neste cenário de benefício máximo de IA, haverá uma grande demanda por mão de obra altamente qualificada, que beneficiaria a todos os setores da economia, totalizando uma demanda adicional de 17,7 milhões de empregos para esse perfil profissional (+50% de crescimento em emprego de alta qualificação em relação aos prognósticos atuais).

As vagas com maior demanda serão concentradas entre profissionais liberais, técnicos de nível médio, e gerentes. Neste cenário, a participação total de empregos de alta qualificação aumentaria de 34% para 54% do emprego total do país.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share