escuro
Lâmpadas e termostatos

Lâmpadas e termostatos são dispositivos mais procurados para casa inteligente

Mais de 60% das pessoas desejam controlar as luzes de suas casas por meio da voz, aponta estudo

As lâmpadas e os termostatos estão entre os principais dispositivos domésticos inteligentes que as pessoas mais desejam controlar por meio de um assistente de voz. De acordo com o relatório “Smart Speaker and Smart Display Market Assessment, da Parks Associates”, a adoção de dispositivos integrados com assistente de voz continua crescendo nos Estados Unidos. Isso porque, 49% das casas com banda larga possuem pelo menos um smart speaker ou smart display. 

Segundo dados do estudo, mais de 60% das pessoas desejam controlar as lâmpadas por meio da voz. Paul Erickson, analista sênior da Parks Associates, diz que a grande maioria dos dispositivos domésticos inteligentes, como lâmpadas, termostatos e smart TVs são integradas, principalmente, com a Alexa e o Google Assistente. Ele complementa dizendo que cada vez mais novos assistentes de voz têm se integrado com as funcionalidades de uma casa inteligente.  

“Smart TVs e dispositivos de streaming mais recentes também permitem a visualização controlada por voz de câmeras conectadas na TV. A crescente conectividade, interoperabilidade e acessibilidade das câmeras de vídeo devem solidificar ainda mais a posição da categoria nos cinco dispositivos mais desejados dos consumidores para controlar sua voz”, diz Paul Erickson.

Dados do mercado de voz

Esses dados do levantamento comprovam a previsão da IDC para 2025. Segundo a empresa, as remessas mundiais de dispositivos inteligentes alcançaram um total de 801,5 milhões de unidades em 2020, com a possibilidade de ultrapassar os 1,4 bilhão em 2025. 

Relatório do Voicebot mostrou que o número de pessoas que adquiriram um smart display cresceu mais de 50% em 2020. O levantamento, que entrevistou 1.530 pessoas, atribui esse aumento à procura por dispositivos com recursos de videoconferência, tecnologia impulsionada pela pandemia do Covid-19. Em janeiro deste ano, o percentual chegou a 25,8%, contra 16,5% de janeiro do ano passado. 

Além disso, uma outra pesquisa realizada pela Parks Associates comprovou que dispositivos inteligentes não são usados apenas por um público jovem. Segundo o relatório, 34% das casas de pessoas acima dos 65 anos com banda larga nos EUA têm um smart speaker ou smart display. 

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share