escuro
Internet das Coisas

Xiaomi cria padrões de segurança para seus dispositivos IoT

Regras estabelecem uma série de requisitos para hardware, software e métodos de comunicação utilizados pelos equipamentos

Os dispositivos IoT da Xiaomi ganharam, agora, padrões de segurança comuns, com o lançamento da versão 2.0 do Cyber Security Baseline for Consumer Internet of Things. Com isso, todos os produtos da fabricante chinesa terão que seguir essas novas diretrizes.

As regras estabelecem uma série de requisitos para hardware, software e métodos de comunicação utilizados pelos equipamentos. A principal preocupação é com itens como segurança e privacidade de dados, segurança de comunicação e autenticação e controle de acesso.

Segundo a Xiaomi, os padrões podem ser usados também por outras fabricantes que busquem ampliar as proteções de segurança e privacidade dos seus dispositivos IoT.

Segurança e privacidade são dois itens cruciais quando se fala em dispositivos IoT. A Xiaomi, por exemplo, conta com o sistema AX3000, seu terceiro produto com o certificado Kitemark da British Standard Institution.

Além das empresas, alguns governos têm criado regras e legislações sobre segurança dos dispositivos IoT. É o caso do Reino Unido, que criou recentemente uma nova lei buscando reforçar a segurança desse tipo de produto.

Fonte: Xiaomi/Neowin

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share