escuro
Museu

Museu expõe escultura com interação por voz

Obra de arte do Smithsonian Art Museum traduz palavras faladas em cores e luzes

As exposições interativas têm se tornado cada vez mais comuns nos museus e o Smithsonian Art Museum está trazendo a voz para os visitantes. Em parceria com a Amazon Web Services (AWS), o artista Suchi Reddy criou a peça “you+me”, capaz de traduzir as palavras faladas em cores e luzes. 

Segundo o artista, o objetivo da obra é causar uma reflexão de “consciência coletiva da sociedade”. Além disso, a escultura busca falar sobre os pensamentos relacionados ao futuro. Assim, quando os visitantes se aproximam da escultura, eles podem compartilhar os pensamentos e sentimentos sobre o futuro, dizendo antes a frase de ativação: “meu olhar para o futuro”, seguido da mensagem pessoal.

A Amazon diz que as frases são captadas por microfones ao redor da obra e enviadas para a nuvem, onde a AWS usa a inteligência artificial para traduzir a fala em uma iluminação que combine com o tema da declaração.

Imagem: Divulgação/Smithsonian

Com 7,62m de altura e 6,09m de largura, a peça estava sendo construída pelo artista e pela Amazon há dois anos. Ela recebeu uma série de ferramentas voltadas para a IA conversacional, como o Amazon Transcribe, Amazon Comprehend e o Amazon Sage Maker.

Como pode ser visto na imagem acima, a obra é coberta por finas folhas de LEDs e difusores de luz.    

“Minha visão original para you+me era trazer humanidade para a tecnologia e criar um senso de conexão em todo o mundo, o que parece mais relevante agora do que nunca depois da distância que todos sentimos durante a pandemia”, disse Reddy ao revelar a obra de arte. 

Imagem: Divulgação/Smithsonian

Essa nova escultura faz parte de uma tendência no cenário artístico de integrar a tecnologia de voz com as obras de arte. No ano passado, foi inaugurado na cidade de Washington o museu Planet Word, o primeiro “museu ativado por voz” do mundo. 

O espaço combina histórias com tecnologia de voz em 10 galerias de aprendizagem. Entre as atividades, o museu traz uma conversa interativa com uma parede de palavras, que narra o desenvolvimento da língua inglesa até os dias de hoje. 

Além disso, para aqueles que não pretendem ir ao museu, mas querem ter algum tipo de contato com as atividades, é possível instalar a skill da Alexa “Audio Museum of Art”, disponível somente nos EUA.

Fonte: Voicebot

Total
5
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
5
Share