escuro
Cerence

Cerence anuncia novo sistema de IA Co-Pilot

Tecnologia é capaz de prever os comandos do motorista, com o uso de IA e aprendizado contínuo

A Cerence anunciou, esta semana, o Cerence Co-Pilot, que transforma o assistente de voz automotivo em uma inteligência artificial proativa. Segundo a empresa, a tecnologia foi desenvolvida para antecipar as necessidades dos motoristas, usando IA e aprendizado contínuo para prever os comandos que o usuário vai emitir. 

O Cerence Co-Pilot torna as funções do carro mais intuitivas e integradas, pois, para prever o que o usuário vai dizer, ele combina voz, olhar, gesto e informações dos sensores do carro. Além dessa função proativa, a tecnologia também traz recursos capazes de aumentar a segurança do motorista.

Por exemplo, ela alerta sobre problemas de manutenção do carro, fornece informações em tempo real sobre as condições climáticas e aciona automaticamente o modo de direção apropriado para o momento.

O Co-Pilot será mostrado para o público na apresentação da Cerence durante o Consumer Electronic Show (CES), que acontecerá entre os dias 5 a 8 de janeiro de 2022.

Cerence
Imagem: Divulgação/Cerence

Além de anunciar o novo Co-Pilot, a empresa divulgou que a Toyota Motor North America (TMNA) escolheu o Cerence Browse, domínio de inteligência artificial da empresa baseado em nuvem. Segundo o comunicado, a TMNA é a primeira montadora a implantar o novo serviço. 

O Cerence Browse é capaz de se conectar aos bancos de dados públicos e veículos de notícias para responder as perguntas dos motoristas. Para garantir respostas precisas, o serviço usa a tecnologia Machine Reading Comprehension AI da própria Cerence, que examina os bancos de dados atualizados para entender perguntas muito abrangentes, como “Fale sobre Nova York”. 

Em comunicado, o chefe executivo da Toyota Motor North America, Charan Lota, disse que os primeiros modelos que receberão a tecnologia serão o 2022 Lexus NX e 2022 Toyota Tundra. 

A implantação do Cerence Browse não é a primeira parceria entre a Toyota e a Cerence. Em janeiro deste ano, a divisão japonesa da montadora foi a primeira a experimentar os serviços de nuvem da empresa, melhorando a eficácia do reconhecimento de voz, conversão de texto em fala e compreensão da linguagem.

 Outra novidade que também foi anunciada no início do ano foi o Drive 2.0. Segundo a empresa, este recurso permitirá que as montadoras de carros implementem com mais facilidade serviços de IA, além da criação de recursos personalizados.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share