escuro
Walmart

Walmart dá novo passo na busca pelo comércio por voz

Rede varejista comprou ativos de tecnologia da startup Botmock, criadora de soluções para IA conversacional

O Walmart, maior rede varejista do mundo, deu mais um passo para avançar no uso da tecnologia de voz em seus negócios. A empresa comprou ativos de tecnologia da Botmock, startup do Canadá que desenvolve ferramentas de prototipagem para criar soluções de IA conversacional sem o uso de códigos.

Por trás do negócio, cujo valor não foi revelado, o Walmart deixa um objetivo claro: capacitar empresas que operam no seu ecossistema para criar experiências de voz, bate-papo e assistentes inteligentes de forma rápida e fácil.

“Estamos vendo que uma das maneiras mais fáceis e naturais para os clientes fazerem isso é por meio de voz e bate-papo. E é por isso que criamos e implantamos várias experiências de conversação e temos planos de apresentar ainda mais”, destacou Cheryl Ainoa, SVP Core Retail Services & Emerging Technology at Walmart.

A Botmock, criada no Canadá em 2016, ganhou nome no mercado de IA conversacional com a criação de um conjunto de ferramentas para “projetar, prototipar, testar e implantar aplicativos de conversação em várias plataformas”.

A plataforma do Botmock não requer codificação e usa uma interface de arrastar e soltar que cria o código em segundo plano conforme os fluxos de conversa são criados.

“Construir interações perfeitas para voz ou chat é um problema de design bastante difícil que exige que consideremos todos os fluxos de conversação possíveis, que dependem da situação e das necessidades exclusivas dos clientes”, disse Ainoa.

O Walmart, nos últimos anos, tem feito várias iniciativas para adotar a IA conversacional em seu negócio, nos Estados Unidos e em outros países, como a Índia.

Por exemplo, a rede de varejo anunciou, em outubro, que usará chatbot para compras na sua loja virtual. Com o recurso Text to Shop, os clientes poderão enviar mensagens de texto para a loja pelo assistente virtual.

Outra solução, anunciada no ano passado, foi o Walmart Voice Order, que trouxe novos recursos para pedidos por voz via Google Assistente.

Como fica o negócio

Como resultado do negócio, a equipe da Botmock será incorporada pelo Walmart. Assim, disse a empresa canadense em seu blog, será possível usar “o poder do Botmock e ajudar as equipes da rede varejista a criar experiências de conversação excepcionais”.

A Botmock informou ainda que, com o negócio, encerrará o aplicativo Botmock e fornecerá suporte de transição para os atuais clientes na migração de seus dados.

Assim, acrescentou a empresa, todas as assinaturas mensais e anuais serão canceladas imediatamente. O usuário terá acesso ao Botmock até o dia 4 de dezembro.

“Nosso objetivo no Botmock sempre foi criar uma ferramenta poderosa que permite que as equipes – tanto técnicas quanto não técnicas – criem experiências de conversação excepcionais”, twittou o fundador do Botmock, Obaid Ahmed.

Fonte: PYMNTS.com/Voicebot/Blog da Botmock

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share