Siga-nos

Comércio por IA conversacional chegará a US$ 290 bilhões até 2025

Comércio de conversação

Compras por voz

Comércio por IA conversacional chegará a US$ 290 bilhões até 2025

Valor vai representar um aumento de 590%, se comparado com os US$ 41 bilhões previstos para 2021

O comercio via IA conversacional chegará a US$ 290 bilhões até 2025, segundo projeta um novo estudo da Juniper Research. De acordo com o relatório Conversational Commerce: Market Outlook, Emerging Opportunities & Forecasts 2021-2025, isso representará um aumento de 590% nos próximos quatro anos, em comparação com US$ 41 bilhões previstos para 2021. 

A Juniper Research diz que esse comércio será realizado, principalmente, por meio do RCS Messaging, OTT Messaging Chatbots, Smart Speaker Commerce e Chatbot Commerce. 

Além disso, a principal região para esse mercado é o leste asiático, com China, Japão e Coreia do Sul representando 90% dos gastos com chatbot até 2025.

Assim, aplicativos de mensagens, como o WeChat, LINE e Kakao Talk são os principais responsáveis pela popularização e desenvolvimento dos chatbots para comércio de conversação. Até 2025, os gastos com essa solução chegarão a US$ 145 bilhões, estima o relatório.

Segundo a empresa de consultoria, em 2021 a OTT Messaging (serviço de mensagens instantâneas), liderará o comércio por IA conversacional, sendo seguido por chatbot commerce, RCS Messaging e smart speaker commerce. 

“Os modelos de compartilhamento de receita permitirão que os canais de comércio de conversação monetizem seus serviços cobrando custos de marcas e empresas, em vez dos próprios usuários finais. Essa receita pode ser usada para melhorar os canais de comércio para gerar mais investimentos de marcas e empresas”, diz o autor do relatório. 

Compras por assistentes de voz

Com relação ao comércio realizado por meio de smart speakers, o relatório destaca que a assistente de voz Alexa continua liderando a preferência dos usuários para a realização de compras.

Por outro lado, outros assistentes, como a Bixby e a Siri são geralmente usados pelos smartphones. Segundo a Juniper Research, poucas pessoas se sentem confortáveis realizando compras por voz em público ou pelos celulares. 

Para a realização do relatório, foi observado o padrão de consumo de 26 países. A lista inclui, por exemplo, Estados Unidos, Brasil, Alemanha, Itália, Reino Unido, França, Polônia, Rússia, África do Sul, Arábia Saudita e México.

Clique para comentar

Deixe suas impressões

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias de Compras por voz

Topo