escuro
Nvidia

Nvidia libera ferramenta de IA Conversacional

Jarvis permite que desenvolvedores usem modelos de IA pré-treinados para criar serviços de conversação interativa

A Nvidia anunciou nesta semana que sua solução de IA Conversacional Jarvis está disponível para o público geral. O produto fornece para os desenvolvedores modelos de inteligência artificial pré-treinados e ferramentas de software para criar serviços de conversação interativa.

De acordo com a Nvidia, os modelos Jarvis disponibilizados trazem um reconhecimento automático da fala, compreensão do idioma falado pelo usuário, tradução em tempo real e recursos que convertem texto em fala.

A empresa também diz que o Jarvis permite que os processadores executem diferentes tarefas simultaneamente, levando menos de 100 milissegundos para que sejam completadas e armazenadas na nuvem.

De acordo com a Nvidia, o Jarvis inclui modelos treinados em mais de um bilhão de páginas em texto e mais de 60 mil horas de discurso personalizáveis.

Outro anúncio feito pela Nvidia é uma parceria com o Mozilla Common Voice. Esse projeto é uma coleção de dados de voz em código aberto para que startups possam treinar serviços que utilizam a voz. Atualmente, ele já inclui mais 9 mil horas em dados de voz, distribuídos em 60 idiomas diferentes. 

“Lançamos o Common Voice para ensinar às máquinas como pessoas reais falam em seus idiomas, sotaques e padrões de fala únicos”, contou Mark Surman, diretor executivo da Mozilla.

Os recursos revelados pela Nvidia serão lançados neste segundo trimestre de 2021. Segundo a empresa, os desenvolvedores poderão baixar a estrutura Jarvis a partir desta semana no catálogo NGC da Nvidia

Mercado de IA Conversacional

Ferramentas de IA Conversacional como o Jarvis têm se tornado relevantes, pois é um mercado que tem atraído cada vez mais o interesse dos consumidores.

Um estudo da Salesforce apontou que cerca de 69% das pessoas escolhem chatbots para uma comunicação rápida com as marcas. Já uma pesquisa realizada no ano passado pela NewVoiceMedia diz que 25% das pessoas preferem tirar as dúvidas por meio de um chatbot ou outra forma de autoatendimento. 

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share